quinta-feira, 12 de abril de 2012

Norte & Sul

Estava sentada aqui entre recortes e facebook querendo um livro legal para ler.
Dai fiquei pensando nos meus livros preferidos, e das histórias preferidas lembrei de Norte e Sul, e ai como consequência vem à minissérie da BBC.

Então vou fazer aqui a recomendação de uma história linda e de uma minissérie mais que adorável.

Norte & Sul foi escrita por Elizabeth Gaskell e publicada em forma de livro em 1855. Tinha como titulo o nome de Margareth Hale – a protagonista, mas foi alterado já que Norte e Sul retratava mais a história e o contraste existente entre o modo de vida da Inglaterra industrializada do norte e da Inglaterra rural e inocente do sul, em uma época fortemente marcada pela revolução industrial do século 19.

A minissérie é bastante fiel ao livro, mas vou falar aqui especificamente dela.

O contexto base da história passa no inicio da revolução industrial, nas tecelagens do norte e nas primeiras mobilizações dos empregados dessas fábricas, buscando uma melhor qualidade de emprego e vida. O contexto histórico retratando a formação dos primeiros sindicatos de trabalhadores, a idealização de greves e movimentos contra os patrões é uma parte interessantíssima para quem gosta de conhecer a movimentação e evolução da sociedade.

Eu sou completamente apaixonada por históricos.

Mas evidente que além de toda a história, Norte e Sul é um romance (muito atual) sobre pessoas diferentes que precisam aprender a conhecer e respeitar o outro. (super me identifico aqui)
Margareth Hale é uma moça que foi criada e viveu boa parte da vida no Sul da Inglaterra, onde a característica rural era predominante, as pessoas eram próximas e a vida tranquila. Margareth é especialmente meiga, inteligente, doce e prestativa. 

Mas, seu pai resolve mudar-se para o Norte e ela acaba enfrentando John Thorton, e a realidade do outro lado da Inglaterra que estava em pleno movimento. Assim como ele, a cidade era fria, impessoal em busca apenas de desenvolvimento e dinheiro, sendo movida em ritmo acelerado por pessoas que não se davam o trabalho de dedicar-se umas as outras.

Thorton, assim como Mr. Darcy da Jane Austen, é o tipo de personagem que toda mulher quer levar pra casa. Muito sério, contido, um tantinho rude (!) mas ahh, no fundo é meigo. Ahhh nem preciso explicar... hahahah

Em uma das cenas, quando Margareth vai embora e ele chama por ela, gente, se preparem pra chorar litros. 

Richard Armitage (o ator) é um capitulo a parte. Desde a caracterização do personagem, as roupas, os olhares. Fora que ele tem toda a pose de malvado, lindo! A atriz que faz a Margareth também é perfeita.
A BBC merece muitos prémios pela capacidade de transformar livros clássicos em delicias como essa.

Vale MUITO a pena. 

Um pouquinho pra quem ficou interessado. 

Vou pra cama sonhar com o meu Daniel. Acho que a gente é um pouquinho Norte & Sul também. ♥

 Suspiros e beijos
Grazi

3 comentários:

Polyana Menegatti disse...

Lindooooooooooooo!
Fiquei muito afim de ver a série!
E antes de chegar ao fim, ja pensei em voces ;) ehhehehehhe SEUSLINDOS!

E voce, sempre escrevendo muito bem!
Nossa fiquei muito afim de ler o livro e ver o filme e minissérie!

Beijao gata!

Anônimo disse...

Oi,
eu me apaixonei pelo seu blog assim que li
Mr. Darcy, eu assisto o filme pelo menos uma vez por semana e toda vez eu choro.É PERFEITO!!!!!
Obrigada pela dica, se o livro é tão bom quanto você diz,vale a pena ler.
BJSS

Anônimo disse...

Hello to all, the contents present at this
web site are genuinely awesome for people knowledge, well,
keep up the nice work fellows.

my homepage; ralph lauren outlet

Postar um comentário